Teoria e prática na implantação da nova usina fotovoltaica das FIPMoc

Foi apresentado na tarde desta terça-feira (18/04) o projeto da maior usina fotovoltaica de Montes Claros – FIPEnergy, que será implantada no Centro de Prática de Engenharia, Arquitetura e Gestão (CEPEAGE).

Inovação aliada à prática acadêmica. Este é o objetivo do FipEnergy, projeto que será desenvolvido pelas Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros (FIPMoc) em parceria com a PROREC Soluções Energéticas Sustentáveis.

O FipEnergy visa a implantação de uma usina de geração de energia fotovoltaica, também chamada de usina de geração distribuída, no CEPEAGE, localizado no alto do Bairro Ibituruna, em Montes Claros. A energia gerada irá suprir a demanda de consumo do CEPEAGE a ainda acumular créditos de energia com a sua geração excedente, para que sejam creditados em outros prédios das FIPMoc, possibilitando significativa economia nas faturas mensais de energia elétrica.

Após uma seleção com mais de 400 inscritos, 13 acadêmicos dos cursos de Administração, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Publicidade e Propaganda foram selecionados pela PROREC para estágio no FipEnergy, com a missão de planejar e executar todo o projeto.

A usina fotovoltaica será instalada em três etapas sequenciais em um período de 18 meses. Cada etapa terá a duração de seis meses e contará com uma equipe de estagiários que serão responsáveis pela implementação de uma usina de 24 kWp, somando-se ao final 72 kWp gerando o equivalente a 10 mil kWh de energia por mês.

A PROREC Soluções Energéticas Sustentáveis é a responsável técnica pelo FipEnergy. Está há quatro anos no mercado norte-mineiro e possui vasta experiência no planejamento e gestão de projetos, implantação desenvolvimento e implantação de usinas fotovoltaicas com cerca de 780 KWp já instalados na região. Toda a experiência da PROREC será repassada aos estagiários durante seu desenvolvimento. O diretor de projetos da PROREC, Leandro Peres, também professor das FIPMoc, é o gerente do FipEnergy. Leandro afirma que “Será uma grande oportunidade para envolvermos os alunos em um projeto real e com todos os aspectos de prazo, custo e riscos envolvidos, além de proporcionarmos uma fonte de energia limpa e renovável para as FIPMoc”.

Durante a apresentação do FIPEnergy, os diretores das FIPMoc se mostraram ansiosos com o projeto e já vislumbraram parcerias futuras. O diretor de Expansão, Professor Rafael Gontijo, apresentou o espaço CEPEAGE como incubadora para a criação de novas tecnologias. O diretor financeiro, Prof. Eliziário Rezende, também creditou confiança e satisfação nos resultados da usina fotovoltaica e destacou a preocupação da instituição em investir em sustentabilidade. A diretora Executiva, Professora Fátima Turano, destacou que as FIPMoc têm perfil inovador e está sempre disposta a encarar novos desafios: “Essa é uma característica do CEPEAGE – um ambiente onde os acadêmicos aprendem executando. Aqui, exercemos a prática e por isso estamos certos do bom proveito nessa parceria”.      

A Turano Construtora também é parceira no empreendimento. Com vasta experiência no mercado de construções e com projetos internacionais, a empresa acredita em obras sustentáveis, sendo dela o conceito da estrutura verde do CEPEAGE, construção ecologicamente correta, onde sua obra foi realizada de forma limpa, sem desperdícios e com o mínimo de impacto ambiental possível.  A Turano será a responsável pelas alterações físicas no CEPEAGE advindas da implantação do projeto além de dar suporte às decisões durante a implantação da usina de geração de energia. 

twitter

instagram

facebook