ONDAS CEREBRAIS
Download Free Designs http://bigtheme.net/ Free Websites Templates

Professor das FIPMoc obtém a patente de tecnologia para auxiliar os portadores de deficiência motora.


O professor das Faculdades Integradas Pitágoras (FIPMoc), Edmar Alves Cosme, obteve a patente do projeto Controle de Dispositivos por Ondas Cerebrais, desenvolvido como trabalho de conclusão em Mestrado em Tecnologia da Informação aplicada a Biologia Computacional.

Em busca de contribuir de forma científica e ativa, o projeto busca suprir a inexistência de uma tecnologia que permita que pessoas portadoras de deficiências físicas realizem tarefas simples e rotineiras de forma independente, usando o controle das ondas cerebrais.

No projeto, foi desenvolvido um mecanismo integrado de hardware e software que detecta as frequências das ondas cerebrais oriundas de células nervosas na região frontal do cérebro e, a partir da amplificação da emissão das ondas eletromagnéticas, filtra e transmite para um controlador que executará um programa especifico, possibilitando a uma pessoa portadora de deficiência física acionar qualquer dispositivo desejado.

Os dispositivos a serem controlados, poderão ter uma infinidade de aplicação como:

  • Acionamento de uma cadeira de rodas, de acordo com a frequência cerebral emitida, podemos fazer o acionamento da cadeira elétrica para a frente e para trás, direita ou esquerda;
  • Acionamento do televisor, seja para mudança de canais, ligar ou desligar;
  • Expressar uma vontade de comer, fazer necessidades fisiológicas, dor ou dormir;
  • Descobrir se o indivíduo possui um nível de atenção;
  • Detectar ausência de atividade cerebral (morte cerebral);
  • Acionar dispositivos de segurança, como portão eletrônico;
  • Acionar dispositivos de segurança como cofre;
  • Evitar que pessoas trabalhem com máquinas e equipamentos perigosos, como uma guilhotina ou uma serra elétrica, se não estivem com a devida atenção;
  • Medir o índice de estresse durante a atividade do cotidiano de ser humano.

De acordo com a Rede Mineira de Tecnologia Assistiva, o total de deficientes no Brasil (dados de 2016) é cerca de 45.623.910 e com deficiência Motora – 13.273.969, correspondendo a 23,9% da população.

Este dispositivo poderá auxiliar aos portadores de deficiência motora uma melhoria da qualidade de vida e contribuir para a independência destas pessoas.

twitter

instagram

facebook